Robótica e o Movimento Maker nas escolas

August 12, 2019

O Movimento Maker visa encontrar soluções criativas para problemáticas do dia a dia. Esse termo origina-se do famoso “faça você mesmo” ou em inglês “DIY - do it yourself”, qualquer pessoa de qualquer idade pode assistir um vídeo tutorial ou seguir um manual passo a passo e construir, consertar, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos com as próprias mãos!

 

 

Atualmente, com o avanço de tecnologias de construção como a impressão 3D e os microcontroladores como o arduíno, a robótica se tornou a maneira mais concreta de traduzir o que é esse movimento, já que incentiva as pessoas a colocarem a mão na massa.

 

 

Desenvolvendo a interdisciplinaridade entre os conceitos trabalhados em sala de aula de forma prática, criativa e divertida, a Robótica Educacional é uma ferramenta de apoio no processo de aprendizado. A partir da construção de robôs, ela promove a integração de conceitos de diversas disciplinas, como: línguas (português, inglês, etc), matemática, física, eletrônica, mecânica, arquitetura, ciências, história, geografia, artes, etc. Essa tendência que mistura o Movimento Maker e a Robótica dentro das escolas, incentiva a experimentação, a inventividade, o raciocínio lógico e o trabalho em equipe. O aluno se torna capaz de construir diferentes tipos de robôs e projetos sem o uso de um manual.

 

 

O resultado da união dessas áreas de conhecimento, dentro do processo pedagógico, é fazer com que o aluno saia da “caixinha”, estimulando o pensamento crítico de uma forma prática e fazendo com que ele adquira autonomia. Dessa forma, eles se tornarão mais capazes para os desafios do cotidiano.

 

E aí, o você acha de implementar a Robótica nas escolas e investir num ensino diferenciado e que promove a criatividade dos estudantes?

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A internet das coisas: um passo para o futuro

August 28, 2019

1/5
Please reload

Posts Recentes